Exú leva os homens ao oráculo de Ifá (jogo)

Postado por: Autor Ebomi at 13:48 1 Commentario
Exú leva aos homens ooráculo de lfá (jogo de ifá), em épocas remotas os deuses passaram fome. Às vezes, por longos períodos, eles não recebiam bastante comida de seus filhos que viviam na Terra. Os deuses cada vez mais se indispunham uns com os outros e lutavam entre si guerras assombrosas.
Os descendentes dos deuses não pensavam mais neles e os deuses se perguntavam o que poderiam fazer.

Elegua - Exu - eshu - Esu - elebara

Como ser novamente alimentados pelos homens?

Os homens não faziam mais oferendas e os deuses tinham fome. Sem a proteção dos deuses, a desgraça tinha se abatido sobre a Terra e os homens viviam doentes, pobres, infelizes. Um dia Exú pegou a estrada e foi em busca de solução, Exú foi até Iemanjá em busca de algo que pudesse recuperar a boa vontade dos homens, Iemanjá lhe disse:

"Nada conseguirás, Xapanâ já tentou afligir os homens com doenças, mas eles não vieram lhe oferecer sacrifícios".

Iemanjá disse:

"Exú matará todos os homens, mas eles não lhe darão o que comer. Xangô já lançou muitos raios e já matou muitos homens, mas eles nem se preocupam com ele. Então é melhor que procures solução noutra direção. Os homens não têm medo de morrer. Em vez de ameaça-los com a morte, mostra a eles alguma coisa que seja tão boa que eles sintam vontade de têm-la. E que, para tanto, desejem continuar vivos".

Exú retomou o seu caminho e foi procurar Orungã. Orungã lhe disse:

"Eu sei por que vieste. Os dezesseis deuses têm fome. É preciso dar aos homens alguma coisa de que eles gostem, alguma coisa que os satisfaça. Eu conheço algo que pode fazer isso.  É uma grande coisa que é feita com dezesseis caroços de dendê. Arranja os cocos da palmeira e entenda seu significado.  Assim poderás reconquistar os homens".

Exú foi ao local onde havia palmeiras I e conseguiu ganhar dos macacos dezesseis cocos.
Exú pensou e pensou, mas não atinava I no que fazer com eles.

Os macacos então lhe disseram:

"Exú, não sabes o que fazer com os dezesseis cocos de palmeira? Vai andando pelo mundo I e em cada lugar pergunta o que significam esses cocos de palmeira. Deves ir a dezesseis lugares para saber o que significam esses cocos de palmeira. Em cada um desses lugares recolherás dezesseis odus. Recolherás dezesseis histórias, dezesseis oráculos. Cada história tem a sua sabedoria, conselhos que podem ajudar os homens. Vai juntando os odus e ao final de um ano terás aprendido o suficiente. Aprenderás dezesseis vezes dezesseis odus. Então volta para onde vivem os deuses. Ensina aos homens o que terás aprendido e os homens irão cuidar de Exú de novo".

Exú fez o que lhe foi dito e retomou ao Orum, o Céu dos orixás. Exú mostrou aos deuses os Odus que havia aprendido e os deuses disseram:

"Isso é muito bom".

Os deuses, então, ensinaram o novo saber, aos seus descendentes, os homens. Os homens então puderam saber todos os dias os desígnios dos deuses e os acontecimentos do porvir. Quando jogavam os dezesseis cocos de dendê e interpretavam o odu que eles indicavam, sabiam da grande quantidade de mal que havia no futuro.

Eles aprenderam a fazer sacrifícios aos orixás para afastar os males que os ameaçavam. Eles recomeçaram a sacrificar animais e a cozinhar suas carnes para os deuses. Os orixás estavam satisfeitos e felizes.

Foi assim que Exú trouxe aos homens o Ifá


Categorias: ,

Compartilhe

SEJA UM ASSINANTE

Inscreva-se em nossa lista de E-mail. Totalmente livre de SPAM.

Um comentário:

  1. Excelente artigo trazendo um conhecimento relevante ao povo do santo.
    PARABÉNS

    ResponderExcluir

Alguma dúvida?! Sugestão? Deixe seu comentário.

Artigos populares
Culto afro brasileiro
Site Criado para divulgar a religião do Candomblé e a Umbanda, falando sobre Orixás, Entidades, Caboclos, Ifá, Cultura Afro-brasileira, para que os seguidores de nossa tão linda religião cada vez mais se enrriqueça de sabedoria e cultura. Axé para Todos!!!

Licença Creative Commons
Obra de divulgação, não deve ser comercializada de nenhuma forma. Não é permitido copiar artigos do blog sem a devida autorização do autor.

back to top