Featured Posts

Xirê completo para Todos Orixás - Traduzida e Letra - Candomblé

Postado por: Ebomi at 01:51 0 Comentários

Um Xirê completo para todos os Orixás traduzida e com a letra em ioruba para aprendizado é uma coletânea de vários Ogãs cantando cânticos do Candomblé (Cantigas) de Exú a Oxalá. Os orixás que estão incluído no vídeo são: Eshu, Ogum, Oxossi, Ossain, Omolu, Oxumarê, Xângo, Yansã, Oxum, Yemanjá, Obá, Ewá, Nanã e Oxalá. 

No final das letras e traduções dos Cânticos do Xirê do Candomblé você poderá ver o vídeo com áudio e ilustração para todos os Orixás.




Xirê completo para todos Orixás

Exú – Eleguá – Esù Orixá

Awá O Sòrò ilè wa o
Awá O Sòrò ilè wa o

Esin kan o pe, o ye
Esin kan o pe kawa ma s'oro
Awá O Sòrò ilè wa o

Nós estamos indo para a terra
Nós estamos indo para a terra

É uma religião, você sabe
Uma religião que ele nos convida a
Nós estamos indo para a terra

 

Orixá Ogum – Ógùn – Oggun

Ogun Onirê, Ogum jô Jõ ke bi ni sá

Akoro Onirê, Ogum Jô jô, xe ku sá ri

 

Ta ni ju ke awa ara (bis)

Ê! Ogun Onirê, Ta ni ju ke awa ara

 

Akoro to ko bô, Mariwo ala wuré (bis)

 

OrixáOxóssi – Osòssì – Odé – Oshossi

 

Olówó gìrì-gìrì lóòde, ó gìrì-gìrì lóòde,

Ó wá nígbó òrò ode òkè ó dára sáà ló gbéeron.

 

Ele faz Barulho com os pés como se fosse

muitas pessoas ao redor, Ele está na floresta,

a fala (voz) do caçador é, Alta e ele é bom na

rapidez (tempo) em ferir a caça.

 

E aráiye
(Nós, filhos de santo)

Ode aréré òkè
(O saudamos)

E Òrisà elo
(Ele vem com o vento)

E oun Ofà Akueran
(Akueran é um caçador)

 

Oló dó bí ewè  (Ele nasceu na mata)

Oló dó bí ewè bàbá  (O pai gerou seu filho na mata)

 

Ago gbo mi rò òsè mi ro
(Todos cremos que o nosso ritual é benéfico)

Orò ìmale
(Nosso culto é para homenagear e cultuar nossos ancestrais)

 

OrixáOssain – Osayin – Ossanhê

Abede ewe a bede un bó (bis)

Nós entendemos as folhas, cultuamos, nós entendemos a folha.

 

Pêrêgun aláuê titum ô pêrêgum aláuê titum,
Bôbô pêrêgum aláuê léssé pêrêgum alauê titum ô.

Peregum é o dono das folhas novas e frescas, Todos os pereguns são donos das folhas novas e frescas E têm seu próprio suporte, pois peregum é o dono das Folhas novas e frescas

 

Monja Ewe Pe Moso Arawo
Monja Ewe Pe Moso Ro
E Pi Lo Pe Mi
E Pi Lo Iya Mi
Monja Ewe Pe Moso Ro

Ele sabe, ele és folha a quem demoradamente eu falo, Ele sabe, ele é a folha a quem demoradamente eu falo, Ele me dá suporte, me dá ajuda, ele me sustenta e me ajuda, Ele sabe, ele é a folha a quem demoradamente eu falo.

 

 

 


Orixá Omolu – Obaluaiê

Àká  ki  fàbò  wíwà (bis)

Wáá  kalé , wáá

Kalé sé awo orò

Wáá  kalé , wáá

Kalé sé awo orò


Celeiro para onde retorna a existência,

que possa você ter celeiro para onde

retorna a existência, longa vida

para cultuar as tradições, e que

possa você ter longa vida

para cultuar as tradições.

 

Ò  kíní  gbé  fáárà  farotì

Ò kíní  gbé  fáárà  àfaradà

Oní pópó oníyè

Kíní  ìyìyá  wa  ìfaradá

 

Ele é aquele que pode aproximar-se e dar apoio

aquele que pode dar força e energia

com sua proximidade. Senhor das estradas

e dos campos, Senhor da boa memória,
que pode nos dar força para

 

Ò    a    ìjeníìyà, Ajàgun      

Ìjeníìyà  olúwàié, Táálá    okùnrin          

O  táálá    okùnrin, Wa  ki    kun

Táálá    okùnrin, Abénilorí  ìbé                           

  ó    je  olúwàié, Táálá    okùnrin                

 

 

Ele pode fazer secar a cabeça do homem,
levá-lo embora e esculpir a cabeça do homem.

Ele pode fazer definhar, matar a cabeça do homem.

É o executor que decapita, que pode nos castigar

O   guerreiro que pode castigar, O senhor da terra.
 guerreiro que pode punir.

 

 

Oxumarê – Bessen – Osumarê

 Araká mo borun  si  oba de ô! Oxumarê ô!!

 

Orixá Xangô - Shangô

 E ki tere, Oke odo, Oba la jô.

Obá tani Obá, Le lowo

Obá Layeô!

 

O ki ni bá, Ki ni bá,

Ara Okê, Osala rewa jô,

Awurê!

 

Airá ke mi ke xôrô

Olu a mi o mama xelé

Orixá ke mi xê bewa

Airá, Airá ê!

 

 

ORIXÁ Oxum - Oshun

 

A ri ide gbé o !!

Omi ro a!!  wàrá-wàrá omi ro

O fi’de se’mo l’Òyó

Omi ro a!!  wàrá-wàrá omi ro

O fi’de se’mo l’owo

Omi ro a!!  wàrá-wàrá omi ro

O fi’de se’mo l’òrun 

Aquela que consegue fazer soar as pulseiras como uma canção.

Soam como o barulho das águas rápidas.

Ela balança as pulseiras em Oyó.

Soam como o barulho das águas rápidas.

Ela balança as pulseiras com respeito.

Soam como o barulho das águas rápidas.

Ela balança as pulseiras no Orun.

 

Òsun e lóolá imolè lóomi

Òsun e lòolá

Ayaba imolè lòomi

Oxum, senhora que é tratada

com todas as honras.

Senhora dos espíritos das águas

 

Yèyé yé olóomi ó,

yèyé yé, Olóomi ó...

Mãe compreensiva, dona das águas

 

Ayaba  balè  Òsun

 Ayaba  balè  Òsun

A grande mãe Oxum toca reverencia) o chão (a terra ).

 

Ìyá dò sìn máa gbè ìyá wa oro

A mãe do rio a quem cultuamos nos protegerá.

 

ORIXÁ OBÁ

 

Obá e’léékò àjà òsì

Obá da sociedade Elekó,guardiã da esquerda.

Àjàgbà e’léékó àjà òsì

Anciã, guardiã da esquerda na sociedade Elekó.

Orò awo mò gbo Oba

O ritual do mistério é entendido e ouvido por Obá.

Àjàgbà e’lééko àjà òsì

Anciã,guardiã da esquerda na sociedade Elekó.

 

Ìtí  wéré

Ofà  e   

 

Do trono de madeira

rapidamente ela constrói

seu arco e flechas

que saem serpenteando.

 

Pó` pò  pò, Fà de wá,

ni Pò pò pò,  Ele    o !!

 

Soando como um tambor abafado, o Ofá chegou até nós.

Soando como um tambor abafado, A proprietária o perdeu.

 

Ìya ele    o

(Quando) A mãe está enfraquecida.

 

Obà  e’léékò  délé

Obá da sociedade Elekô, volta para casa,

 

Obà  Sábà  o

faz adivinhação, prepara uma armadilha e

 

Obà ó dìbò ké ré

volta a sair.

 

E bárin  è 

Ó dìbò   

E vai  em direção ( à casa )

Faz adivinhação, prepara armadilha e volta a sair.

 

Yemanjá - Xirê para todos Orixás

E kà máà  ro  ni 

ngbà  òrìsá rè Lodò e

Que nos jamais sejamos magoados

por você que você carregue

a magoa) em seu rio

 

E  ìyá kékeré a kí ri dò  ó kí

Olùwa odò , e ìyá kékeré

Àwa je omon àwa je omon

 

Mãezinha Senhora do rio (da existência)

é a mãezinha aquela que é a senhora do rio.

Nós somos seus filhos, ela é a mãezinha.

 

Yemonjá sàgbàwí,  sàgbàwí  rere

Iemanjá intercedeu a nosso favor

intercedeu para nosso bem

 

Ò Sàgbàwí  rere Yemonjá

intercedeu para nosso bem Iemanjá

 

sàgbàwí  rere

intercedeu para nosso bem.

 

ORIXÁ OXALÁ

Oní sé a àwúre  a nlá 

Oní sé a àwúre ó bèrì  omon

Oní sé a àwúre Anlá    Bàbá

Oní sé a àwúre ó bèrì  omon

 

Senhor que faz com que tenhamos boa

sorte e com que sejamos grandes.

Senhor que nos dá o encantamento

da boa sorte cumprimenta os filhos.

Pai, Senhor que nos dá boa sorte e nos torna grande.

 

Ajagùnnòn (n)gbá wa o! Ajagùnnòn

Elémòsó, Bàbá Òssóòginyón

Ajagunan ( guerreiro ) nos acuda

nos socorra, Ajagunan Senhor dos lindos

ornamentos,Pai Oxaguiã

 

Orixá Orun (bis)

Ará un ló! ara no

Are jô!

 

Orixá vai embora

para os Ceús!

 

Vídeo com Audio, Letra e Traduzida Xirê para todos os Orixás 

 

Reza de Logun edé - saudação para o Orixá + letra e tradução

Postado por: Ebomi at 16:37 0 Comentários

Essa reza de Logum (Logun edé)  é uma saudação do Orixá que faz parte da coleção (saudação para todos orixás no Candomblé), aprendendo sua letra, pronúncia e sua tradução do Yoruba para o Português. No site temos os Oriki (rezar) para todos os santos e sempre estou atualizando com os áudios e vídeos para o melhor aprendizado.

 

 


Essa Saudação para Logun-edé é utilizado em Cerimônias, obrigações, conversação, pedidos, louvor ao orixá, não se limite apenas a uma frase de saudação (LOCI LOCI LOGUN), não que isso seja errado, mas se podemos invocar toda energia possível daquele santo, então não devemos nos limitar.

Abaixo tem o vídeo no YouTube que sempre estou adicionando mais conteúdo com áudio, letra e sua respectiva tradução para o Português! Não deixe de conhecer nosso canal no YouTube (AutorEbomi) que trás sempre muitos vídeos com as letras dos xirês (cânticos ou cantigas) para todos os Orixás do Candomblé.


REZA DE LOGUN EDE - SAUDAÇÃO PARA O ORIXÁ

 

Jogo de Búzios

Postado por: Ebomi at 12:16 0 Comentários
Todos acreditamos que a cultura dos jogos de búzios nasceu na África, porém a cultura é turca, e quando os turcos invadiram a África levaram com eles os búzios e os africanos acabaram por dominar a técnica e a usam para falar com os Orixás.

Jogo de buzios, tarot, cartas, consulta, gratis, curso de jogo de buzios, merindilogun, 16 mejis, odu ifa, jogo por odu

Outros irão dizer que a estrela da manhã contou a Orunmilá que havia descoberto que todos os segredos da criação estavam em uma concha de caramujo, dentro de um vaso entre as pernas Obatalá.
O fato é que este jogo é considerado um oráculo, e através dele podemos falar diretamente com os nossos Orixás.

No Brasil durante o período de escravidão o jogo se espalhou juntamente com o Candomblé.

A pratica do jogo


Aqui no Brasil o jogo é feito por Pais ou Mães de Santo, devidamente preparados para isto, têm sua mediunidade muito apurada e conseguem ler através dos búzios as questões relacionadas aos consulentes.

Geralmente em terreiros de Candomblé, a Umbanda não faz uso dos búzios mas há centros em que os pais da casa “se fizeram” no Candomblé, e por isto acabam jogando para seus filhos ou consulentes.
São 16 búzios, e uma mesa, mesa está preparada para a leitura do Oráculo, trata-se de uma peneira conhecida como urupema e o fio de contas ou guias que são chamados de erindilogun, um adjá que é uma espécie de sino, um otá, vela branca, fios de conta ou guias de Oxalá e Oxum, obis, coco de ifá, arobô, favas e suas sementes e imã.

Quem comanda o jogo de Búzios?


O Orixá que comanda o jogo de Búzios é Exu, no candomblé Exu é Orixá, mensageiro dos Orixás é Ele que permite através dos búzios as respostas das perguntas feitas.

Em um jogo conseguimos descobrir muitas coisas, de quem somos filhos, alias a confirmação dos Orixás de Cabeça no Candomblé se dá através do jogo, podemos ainda descobrir se fizeram alguma magia ou mal contra nós, se estamos com os caminhos fechados e porque, e a cada jogada um Orixá responde, em um jogo podemos ter mais de um Orixá respondendo as questões formuladas pelos consulentes.

Antes de começar o jogo, os pais ou mães de santos, rezam para todos os Orixás e vão falando com eles enquanto arremessam os búzios na mesa, considera-se que a forma como os búzios caem, a disposição na mesa, é por intervenção dos Orixás.

Quando falamos sobre amor por exemplo, quem pode vir responder é a Mamãe Oxum ou uma Pomba-gira, depende de quem está ali para responder naquele momento.

A combinação dos búzios abertos ou fechados, é que dá a resposta e indica quem está respondendo.

· Abertos com a parte da abertura dos búzios para cima
· Fechados com a parte da abertura dos búzios para baixo

Vale lembrar que cada Pai ou Mãe de Santo tem sua forma de ler, porém, os resultados não podem ser diferentes, ou seja em um jogo caiu:
0
2 búzios abertos
14 búzios fechados

Quem está respondendo neste caso é Ibeji e Obaluaiê, dependendo da questão pode ser alegria ou doença.

Outra leitura:

11 búzios abertos
5 búzios fechados

Quem responde é Iansã, eu pode ser momento de grande sorte ou não, o que vai depender da fase em que está o consulente, na fase positiva quer dizer muita sorte, mediunidade aguçada, vidência e questões comerciais.

Outra leitura:

9 búzios abertos
7 búzios fechados

Quem responde é Mãe Iemanjá e Oia, o que quer dizer que poderá haver perdas e desgostos se o consulente não estiver equilibrado.

No geral quando se joga búzios, podemos ter várias respostas para vários assuntos, às vezes o jogo se fecha e o pai ou mãe de santo, não conseguem ver nada, isto é um sinal de que os Orixás ainda não tem o que responder sobre aquela questão ou o jogo para aquele consulente este fechado por um tempo, é só tentando a consulta novamente é que saberá se já aberto ou não.

Durante um jogo de búzios o consulente não precisa dizer nada, as questões vão sendo reveladas por Ifá ( Orixá da Sabedoria e Destino) e Exu, a cada arremesso dos búzios uma questão é revelada e sua forma de resolve-la também, sem que haja a necessidade do consulente perguntar qualquer coisa, mas ele pode perguntar se quiser, nada o impede. Este oráculo ainda será muito usado durante muito tempo, precisamos apenas de pessoas serias e comprometidas com os Orixás para continuar com a missão de ajudar o outro.

Orixá Xango venceu a Guerra

Postado por: Ebomi at 12:57 1 Commentario

Orixá Xangô venceu a guerra, como conta a lenda que os chefes inimigos que haviam ordenado o massacre dos soldados de Xangô foram dizimados por um raio que Xangô disparou no auge da fúria.

Mas os soldados inimigos que sobreviveram foram poupados por Sangô. A partir daí, o senso de justiça de Xangô foi admirado e cantado por todos.

xango, orixá, shango, orisa, candomble, ketu, umbanda, nação, religiao,


Através dos séculos, os orixás e os homens têm recorrido ao Orixá Xangô para resolver todo tipo de pendência, julgar as discordâncias e administrar justiça.

Xangô era filho de Oraniã. Em suas viagens, Oraniã passou por Empê, em território t Elempê, o rei, ofereceu-lhe a filha em casamento, uma princesa de nome Iamassê.

Dessa união nasceu o Orixá Xangô.


Orixá Xangô foi criado na terra de sua mãe.



Desde menino Shangô não escondia o temperamento forte e já comandava um exército de brinquedo.
Fazia traquinagens e amedrontava os habitantes do lugar. Crescido, Xangô partiu em busca de aventuras.

Levou consigo seu oxé, o machado de duas lâminas, e um saco de couro onde guardava seus segredos:

o poder de cuspir fogo e lançar as pedras de raio, o poder de lançar edum ará.
Xangô visitou a cidade e o povo de Cossô, mas em Kossô os habitantes não o quiseram como rei,
por causa de seu caráter intranquilo.

Magoado com a rejeição, Xangô usou de seus poderes e castigou com crueldade o povo de Cossô.
Com trovões e pedras de raio Xangô atacou a cidade e logo a população caiu a seus pés, rogando clemência:

"Kabiyesi Xangô, Kawô Kabiyesi Obá Kossô".

"Viva Sua Majestade Xangô, Rei de Cossô."

A cidade se rendia e a coroa lhe oferecia.

Xangô foi feito rei e realizou grandes obras.

Por seu governo justo, nunca foi esquecido o grande Obá Cossô. Todos os seus súditos o aclamavam:


"Kabiyesi Xangô, Kawô Kabiyesi Obá Kossô".


Assim termina mais uma uma lenda onde Orixá Xangô venceu a guerra.


Xangô usa vários nomes para escapar de lemanjá

Postado por: Ebomi at 11:23 0 Comentários
Conta a lenda que Xangô usa vários nomes para escapar de lemanjá, pois Xangô teve muitas mulheres e com as muitas mulheres teve muitos filhos (omo).

Xango - sango - shango - aganju - ayra - aira - candomble - umbanda - orisha - orisa - orixa

Cada filho que Shangô fazia, ele deixava com Yemanjá para criar, Iyemanjá criava os filhos que Xangô fazia com as muitas mulheres que ele tinha. E lemanjá não conseguia nunca ver Xangô, pois ele deixava com ela a criança e ia embora, ia para longe de lemanjá.

Então lemanjá se pôs a procurar Xangô. Por toda parte, cidade, aldeia, ia lemanjá à procura de Xangô.

Mas em cada lugar Xangô usava um nome diferente e assim lemanjá não conseguia encontrá-lo.
Aqui chamava-se Badé, além, Obakossô, mais adiante, Gonocô.

Mas, como lemanjá perguntava sempre pelo nome Xangô, nunca ninguém dava notícias dele, pois Shangô sempre usava outros nomes.

Finalmente, depois de tanta procura, um dia Iemanjá o encontrou e nunca mais deixou que ele fugisse dela e Yemanjá casou-se com Xangô.

Veja mais histórias sobre Xangô e Yemanjá:


A Roda de Xangô – Completa com Áudio e Escrita: Os Orixás


Quem é Aganju Solá?


Xangô rouba a mulher de Ogum Yansã


Orixá Xangô o irmão mais jovem de Obaluaiê


Exu causa o conflito entre Yemanjá - Oyá e Oxum


Yemanjá é violentada por Seu Filho Bara Exú


Se você gostou das história destes orixás Xangô e Yemanjá, então compartilhe a cultura de nossa linda religião.
Artigos populares
Culto afro brasileiro
Site Criado para divulgar a religião do Candomblé e a Umbanda, falando sobre Orixás, Entidades, Caboclos, Ifá, Cultura Afro-brasileira, para que os seguidores de nossa tão linda religião cada vez mais se enrriqueça de sabedoria e cultura. Axé para Todos!!!

Licença Creative Commons
Obra de divulgação, não deve ser comercializada de nenhuma forma. Não é permitido copiar artigos do blog sem a devida autorização do autor.

back to top