A LENDA DE OBI (OWE TI OBI)

Após o cataclismo que separou-os ará-aiye dos ará-orun, os sacerdotes de ifá não mediram esforços para placar a ira de Olodumare. Inúmeros preceitos e várias oferendas foram realizads em prol da obtenção do áforiji/perdão do "Senhor do Universo".
A remissão da pena era de suma importância, pois todo o contato com o mundo sobrenatural havia se perdido.
Tantas foram as súplicas e ofertas, que Olodumare apiedou-se e concedeu aos ará-aiye o indulto pela falta cometida (a ultrapassagem dos limites feita por um omo tundé, permitindo a vida de um Owoli/profeta ao mundo o que foi chamado de Obi. Este ser predestinado, não poderia fazer discriminação das pessoas, e nem tão pouco recusar o atendimento as mesmas, sob pena de perder seus poderes. E assim, os os anos foram se passando e Obí foi crescendo e tornando-se um homem famoso nos lugares mais longínquos. Infelizmente, não levou muito tempo para que a fama subisse a cabeça de Obí, e quando ele se encontrou no auge da mesma, passou a ser indiferente e menosprezar as pessoas mais carentes, chegando ao ponto de negar-lhes atendimento nos momentos mais difíceis.


Estes fatos não passaram desapercebidos diante dos olhos do Alábojuto ti Olodumare?inspetor geral de Deus- Exú que tratou imediatamente de relatar ao Criador a desobediência e o procedimento de Obi.

Indignado com os fatos, Olodumare se materializa e vai procurar -Obi- por três vezes consecutivas: uma disfarçada de rico, outra de mendigo e por último passou-se por uma pessoa desprovida de recursos financeiros no momento do seu desepero.

Contudo, para seu infortúnio, as informações cedidas por Exú eram verdadeiras. Então, Olodumare fingindo-se mais uma vez de mendigo, bateu a porta de -Obi- suplicando atendimento. E, mais uma vez sem de nada desconfiar o profeta - Obi- recusou o atendimento.

Neste exato momento, Obi ouve alguém chamar-lhe à porta, e reconhecendo a voz de Olodumare corre rapidamente para abri-la, e ao deparar com o "Seu Deus" desfaçado de mendigo prótase aos seus pés suplicando perdão. Irredutível Olodumare pronuncia-se: Obí, a tua missão na Terra, como profeta, está encerrada. Voltarás ao pó e no local em que fores enterrado nascerá uma igi/árvore esta que terá o teu nome, que dará flores e frutos, cujas sementes cairão do alto da mesma e rolarão pela terra por toda eternidade, e rolando pela terra servirão de interpretação entre o profano e o sagrado, entre os ará-aiye e os ara-orun.
0 comentários:
Postar um comentário

Você da Umbanda ou do Candomblé que quer deixar uma observação fique avontade, seu comentário será de ajuda para mim e para os outros leitores do site que estão aprocura de aprendizagem. Sorte axé para todos irmãos.

Veja nosso canal do Youtube
Escute Cantigas de Candomblé
Sites de Referências.
Spirituality Blogs - BlogCatalog Blog Directory Central Blogs Juntos no Candomblé

Criado para divulgar a religião do Candomblé e a Umbanda, falando sobre Orixás, Entidades, Caboclos, Ifá, Cultura Afro-brasileira, para que os seguidores de nossa tão linda religião cada vez mais se enrriqueça de sabedoria e cultura. Axé para Todos!!! Licença Creative Commons
Obra de divulgação, não deve ser comercializada de nenhuma forma. Não é permitido copiar artigos do blog sem a devida autorização do autor..
.

Divulgar Blogs

Juntos no Candomblé Copyright © 2009 Gadget Blog is Designed by Koragem Macumba GratisMacumba GratisJogos e Dicas Site de Games